Consumo da classe industrial teve queda de 3,2% em relação a julho de 2018

DEMANDA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA EM JULHO CAI 0,4%

O consumo de energia elétrica no Brasil caiu 0,4% em julho contra igual mês do ano anterior, para 38.265 gigawatts-hora (GWh). A informação foi da Empresa de Pesquisa Energética (EPE). A diminuição do consumo da classe industrial foi determinante para o resultado, com queda de 3,2% em relação a julho de 2018.

O fraco desempenho da indústria em julho ocorreu mesmo com um dia útil a mais este ano do que no mesmo mês do ano passado, informou a EPE. As maiores quedas da indústria foram observadas no segmento químico (-13%); extração de minerais metálicos (-11,1%) e automotivo (-2,7%).

O setor de serviços registrou alta de 2,5%, na mesma comparação anual, e o residencial subiu 1,2%. No ano, o consumo de eletricidade no Brasil acumula alta de 1,4%, o mesmo porcentual dos últimos 12 meses.

Entre as regiões, o resultado negativo do Sudeste (-2,7%) - região que concentra metade do parque industrial do País - puxou o desempenho para baixo. O maior avanço no consumo de energia elétrica no mês foi na Região Norte (+6,1%), sobretudo em função da retomada gradual da metalurgia paraense (setor eletrointensivo). Centro-Oeste (+2,1%) e Nordeste (+2,4%) também registraram resultados positivos em julho.