JOSIAS MATOS DESTACA A IMPORTÂNCIA DO CONSELHO CONSULTIVO ESTRATÉGICO DA FUNDAÇÃO


Josias Matos quer um maior envolvimento do Conselho nas questões técnicas do setor

Orientar a FUNDAÇÃO COGE nas grandes questões que envolvem o setor elétrico nacional. Essa é a principal função do Conselho Consultivo Estratégico, segundo o seu presidente, Josias Matos.

"O Conselho é acionado em qualquer questão que dependa de uma avaliação ou parecer de pessoas que têm uma experiência no setor. Ele tem um papel de não se envolver com a gestão da FUNDAÇÃO, e sim, dar orientação necessária para que haja uma gestão mais eficiente e mais alinhada aos interesses do setor e das empresas que compõem a própria FUNDAÇÃO", explicou.   

Josias Matos disse ainda que o Conselho é constituído por pessoas que já se aposentaram e têm relevância no setor, além de profissionais que ocuparam funções estratégicas no ramo. "Hoje, por exemplo, o ex-ministro de Minas e Energia, Márcio Zimmermann; o ex-presidente do ONS e atual presidente do Conselho de Administração na Enel Brasil, Mário Santos; e o ex-presidente da Eletrobras e atual presidente do Conselho da Equatorial Energia, Firmino Sampaio, fazem parte do Conselho. Além disso, agregamos, cada vez mais, outras pessoas que possam, de alguma forma, voluntariamente, colaborar para que a FUNDAÇÃO se consolide como uma instituição de referência em gestão e, quem sabe, no aspecto técnico também. Esse é um outro passo. Estamos buscando um maior envolvimento da FUNDAÇÃO nesse aspecto técnico através da coordenação de cursos, tutoriais, entre outros", finalizou.